O que oferecemos para empresas | INA - Saúde da mulher

O INA é de um grupo de profissionais da saúde que notou a falta de conhecimento da população geral em relação a cuidados básicos com a saúde física, mais especificamente, da região pélvica, e com a saúde mental. Esses cuidados são simples mas têm grande repercussão na qualidade de vida e na contribuição profissional dos empregados.

Quem é o INA para empresas?

Investir na qualidade de vida do funcionário aumenta a produtividade da empresa (Catho, Março de 2018); um número crescente de empresas norte-americanas estão mudando o foco dos programas de bem-estar para iniciativas de bem-estar. Programas mais abrangentes de saúde e produtividade que abordam elementos como saúde emocional e mental, conectividade social e muitos outros (Forbes, julho de 2017) levam a um aumento significativo do engajamento, coesão e produtividade geral. Uma pesquisa divulgada na Forbes (Capturing the Value of Health and Productivity Programs; Keith Caver, Thomas O. Davenport, Steven Nyce) mostra que saúde e felicidade no trabalho podem reduzir os custos em mais de mil e seiscentos dólares por empregado, diminuindo também o absenteísmo por doenças eventuais.

O INA visa, então, fornecer conhecimento com base científica e orientar atividades práticas diárias que tornem as mulheres conscientes do próprio corpo e que permitam, assumir o controle de sua saúde e bem-estar; além de prevenir distúrbios da pelve e da mente, comuns na rotina da mulher moderna.

Por que o INA é importante para sua empresa?

Gestão de afastamento do trabalho significa controlar o absenteísmo e minimizar suas repercussões negativas; não se limitando ao simples controle de atestados médicos, mas oferecendo recursos que tornem os trabalhadores satisfeitos e eficientes. 

Existe uma maior tendência de absenteísmo pelo sexo feminino e, em algumas empresas, mais de 33% dos faltantes associam o adoecimento ao trabalho. 

Muitas mulheres com dor pélvica crônica experimentam o comportamento de falta no trabalho, isolamento social, alterações familiares e outras situações que reforçam esse padrão de comportamento do indivíduo com a dor crônica. Não só a dor, outras situações como perda involuntária e/ou infecções de urina, disfunções gastrointestinais, disfunções psicológicas/psiquiátricas (ansiedade, depressão, burn-out), são causadores do absenteísmo e da redução da produtividade na vida pessoal e profissional.

O INA pode ajudar a sua empresa a oferecer às funcionárias o conhecimento essencial para que as mulheres tenham autonomia sobre a saúde, melhorando a qualidade de vida e o desempenho no trabalho .

O que o INA oferece para sua empresa?

Palestras de 1 hora até treinamentos de um dia completo, de acordo com a necessidade da sua empresa.

 Algumas possibilidades de temas:

1. Saúde da mulher: Doenças comuns nas mulheres – infecções e perda involuntária de urina, dor pélvica crônica, funcionamento intestinal, alterações do sangramento menstrual, fisioterapia pélvica, cuidados básicos com a saúde – prevenção, outubro rosa, câncer de colo de útero, hábitos saudáveis e seus impactos na saúde;

2. Gestão do estresse: Como o estresse impacta no trabalho; técnicas para reconhecimento e gestão do estresse;

3. Saúde Mental: Importância dos hábitos saudáveis; como implementar esses hábitos na rotina diária; impacto da saúde mental no trabalho; práticas de mindfulness e meditação;

4. Movimento: O impacto do sedentarismo na qualidade de vida e no trabalho; como implementar o movimento na rotina diária, técnicas de move flow;